Picture SNOWSHOEING IN SANTA FE (NEW MEXICO, USA, March 2010)

Vicky Mundo Afora ou Mundoafora? Nao importa. É vida de imigrante. O mundo eh tao grande. Por que deveria passar minha vida inteira no Rio de Janeiro? Preciso viver e falar outras linguas, viver com e como outras pessoas. Um dia eu volto. Para onde? Ora, para casa. Onde eh casa mesmo?



Picture credits on this blog go to my lovely husband, who has never enough of beautiful and interesting views all over the world. If a picture is not his, it will be linked to its original source.

Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 28 de junho de 2011

A Mala da Viagem


A escolha da mala de viagem é fundamental na hora de empacotar, nao só para conter todos os seus pertences, mas para evitar aborrecimentos. É claro que isso depende de onde voce está indo, qual meio de transporte utilizado e  a sua condicao financeira, mas o importante é sempre lembrar a regra de ouro:

Voce pode até viajar de primeira classe, mas sua mala tem que parecer caída de um pau-de-arara.  

Faca da sua mala uma coisa horrível, ponha uma capa de um tecido cafona, deixe ela bem suja para ficar pouco atrativa para os “ratos” de bagagem que tem nos aeroportos. Quanto mais feia e cafona a sua mala, menos chance de ser roubada. Coloque-se no lugar de uma pessoa mal-intencionada com a bagagem alheia: voce vai procurar presentes numa Louis Vuitton ou naquela coisa suja e feia que parece de um imigrante ilegal, sem dinheiro para o almoco?


Proteja sua linda, maravilhosa e caríssima mochila...


Eu prefiro mochilas (pode ler uma das aventuras aqui), justamente para nao passar aperto na hora de carregar minha bagagem. Tem vários bonus com a mochila, como: nao ultrapassar limites de peso quando está muito cheia, fica fácil sair andando do aeroporto e subir e descer escadas nos metros, hotéis, ladrao de aeroporto nao mexe em mochila, entre outras que fazem voce agradecer voce mesma por ter viajado de mochila.  Aprendi, na prática, que companias aéreas adoram destruir as conexoes das nossas backpacks, e assim voce fica sem poder carregá-la. Por isso eu tenho uma bolsa enorme que serve de protecao, com folga de espaco, além de permitir trancar tudo com cadeado. Se eu compro mais alguma coisa que nao cabe na mochila, tem espaco suficiente para os excedentes dentro da tal bolsona.  Além de tudo, reconheco minha mochila de imediato quando chega na esteira e nao corro o risco de alguém pegá-la por engano.

... com uma capa protetora horrorosa como essa aqui.

A minha é bem pior, está em péssimas condicoes, tem 10 anos de uso sem nunca ter sido lavada. E nunca será.


As vezes eu rio comigo mesma, pensando que um dia vou estar com uns 70 anos carregando mochilas pelos aeroportos da vida...  Nem o meu marido que é todo esportivo as usa. Mas eu nao troco mochilas por malas de jeito nenhum.

***

Nenhum comentário:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin