Picture SNOWSHOEING IN SANTA FE (NEW MEXICO, USA, March 2010)

Vicky Mundo Afora ou Mundoafora? Nao importa. É vida de imigrante. O mundo eh tao grande. Por que deveria passar minha vida inteira no Rio de Janeiro? Preciso viver e falar outras linguas, viver com e como outras pessoas. Um dia eu volto. Para onde? Ora, para casa. Onde eh casa mesmo?



Picture credits on this blog go to my lovely husband, who has never enough of beautiful and interesting views all over the world. If a picture is not his, it will be linked to its original source.

Pesquisar este blog

sábado, 31 de maio de 2008

Quando eu cheguei era assim

hahahahahaha Achei um email que mandei na minha segunda semana em Londres, em junho de 2000. Olha como a vida muda, e o incentivo dos amigos:

E-mail enviado para os amigos no Brasilem 19/06/00: (8 anos atras!!!!)

Olha, as coisas estao comecando a melhorar para mim aqui. Na semana passada eu soh chorava... Nunca fiz uma faxina na minha vida, nunca fui garconete, fico cheia de dor na coluna, nos bracos, etc. Mas nada que um Dorflex nao resolva. Ontem conheci uma senhora na missa (de brasileiros, bem entendido) que era funcionaria publica no Parana, pediu demissao e com a indenizacao ela abriu um negocio que faliu em Londrina. Resultado? Com 50 anos vendeu tudo o que tinha no Brasil e veio tentar a vida em Londres sem falar patavina de ingles, nem bom dia ou muito obrigada... E tah aqui ralando num pub... Ou seja, tem maluco bem mais maluco que eu...

Aqui funciona basicamente entrando num restaurante qualquer e perguntando se tem vaga. Geralmente todos tem. Na quarta feira eu vou comecar na cantina de um museu. E existem varios outros macetes. Ou seja, sem emprego aqui soh quem eh preguicoso... Para voce ter uma ideia, uma faxineira aqui ganha 8 libras por hora, o que eh bastante, e nao trabalha em nenhum lugar lugar por mais de 3 horas por dia... Mas essa, I`m so sorry, nao encaro nao... Soh nao garanto que vou ficar o ano inteiro aqui pq ta dando uma saudade danada dos meus pais, da minha casa, dos meus amigos queridos, e claro, meus gatos... Mas acho que o nome disso eh preguica mesmo, nao gosto de fazer essas coisas, e estou procurando um emprego em loja. Torcam por mim...

Estou morando numa casa que custa 30 libras por semana, o que aqui eh bem pouco. Eh claro que nao eh lah essas coisas, mas soh vou lah para dormir. Mas se quisesse, tem cozinha, maquina de lavar, etc. Soh precisa de uma boa faxina pq europeu eh um bocado porco. O banho eh de cocoras na banheira mesmo, com um raio de um chuveirinho muito safado... Isso realmente irrita um pouco, mas eh menos do que os bichinhos que tem no meu quarto, mas isso eh outra historia, que eu conto depois.

Olha, realmente eh complicado... A saudade eh uma dor horrivel... Nao sei como consegui aguentar a primeira semana... Acho que soh fiquei por orgulho mesmo, e pensando em como pagar as dividas que fiz para vir para ca... Mas acho que tudo vai se resolver. Estou levando a maior feh... Fiz amizade com um Canadense super legal (claro que eh viado, neh. Homem? To querendo demais...) e ele falou que vai me ajudar a escrever meu CV para eu enviar para algumas empresas aqui... Eu jah consegui fazer entrevista numa loja muito chique que tem aqui, e o sujeito ficou encantado comigo. Isso me renovou o animo... Resolvi que vou fazer as coisas como nos alcoolatras anonimos: tudo por etapas, um passo de cada vez. A primeira etapa serao tres meses. Soh depois disso eh que resolverei o que fazer pelos proximos tres...

Escrevam pra mim... Todo dia venho ao cyber cafe ver se tem mensagem. Olha, estou gastando £1 por dia para isso entenderam? Isso eh dinheiro precioso, no final do mes serao £30, ou seja, mais uma semana de aluguel... :-)))) Voces nao vao fazer um afago numa amiga carente? ;-)

Milhares de beijos para todos.
Saudades da amiga,
Vicky.

Enviado por Denise em 21/06/00:

Estou muito feliz com suas novidades. Finalmente você está bem perto de seus ideais. Saiba que daqui estarei torcendo para que consiga colecionar sucessos, seja em Londres, Paris ou em qualquer outro local do mundo. Até mesmo no Brasil, caso você volte, é claro! Mas é preciso ter perseverança. Acredite e lute pelo que você quer, que seus objetivos serão alcançados. Toda a sorte do mundo. Estou rezando muito por você. Muita saudade. Muito sucesso. Muitos Beijinhos. Denise

Enviado por Marcia em 22/06/00:

Minha Querida Amiga

Sabe, a gente sonha com a liberdade e um monte de coisas que não temos mas é como um passarinho que sai da gaiola! Da medo! Da saudade da rotina, dos mesmos problemas, da comidinha certa! Quando eu saí do Rio e fui para Viçosa foi ótimo, mas no princípio eu queria voltar sempre! Sentia falta de tudo! Até do que eu não gostava! Mas passa linda! Não se apavore! Não se precipite! Afinal, o passarinho é mais feliz na segurança da gaiola ou livre, tendo que lutar com os perigos da vida mas livre para encontrar outros pássaros, tomar o sol da manhã mesmo se seu dono esquecer de trocar a gaiola de lugar! Comer insetos que são o máximo e passar fome um dia ou ter sempre a mesma comida?!

Aguenta firme aí amiga, confia em mim! Vai melhorar! É uma questão de tempo! Breve v. terá vinculos por aí também e sua vida volta a ter um sentido, uma rotina! Os objetivos vão aparecer! A luta vai ter um porque! Seus pais estão bem! A Simone falou com eles e estão bem! Eles se escolheram para viverem juntos e estão juntos! Quem esta sozinha é v.! Vai procurar seu lugar no mundo! Tente relaxar e viver um dia após o outro planejando apenas até o dia seguinte! Com o tempo v. não vai nem se dar conta ja esta super entrosada e gostando da sua nova vida, seus novos problemas, suas novas alegrias e tristezas!

Muita força amiga! Eu sei que v. consegue! Vai dar tudo certo! Mas não fique por questão de honra, fique por opção! Diga eu vou vencer! Eu vou ser feliz! Programe seu sub consciente para isto! Não esqueça que sua amiga estará sempre aqui para te dar força! Confie em mim! Vai melhorar! Viva cada dia!

Grande beijo
Da amiga
Marcia

sexta-feira, 30 de maio de 2008

English faux pas


It was the first time I met my boyfriend's brother, his best friend and a funny cousin - all at the same time - for a Sunday lunch at the family's restaurant. The "incident" happened due to total distraction (... yes, I am trying to excuse myself).


Anthony, the cousin, was telling us a story about a pub in Liverpool called "Dirty Dick" and he asked me if I ever heard of that pub before. To what I unfortunately replied: "Oh, it is full of Dirty Dicks in England... "



Needless to say that I couldn't even finish my sentence.




sábado, 24 de maio de 2008

terça-feira, 6 de maio de 2008

sábado, 3 de maio de 2008

Iludida no exterior

Gente! Fico passada lendo certas coisas. Serah que esse povo nao vai aprender nunca que quando a gente muda para o exterior a vida vai mudar completamente, nada eh igual ao Brasil? Lugar nenhum do mundo eh melhor do que o Brasil, no maximo, eh diferente. Se ao contrario voce vai com o espirito de viver uma grande mudanca e estar aberta para coisas e pessoas novas, entao voce tem mais chances de ficar bem. Senao, esqueca!

Nao pense que casando com gringo, o marido sozinho vai suprir todas as suas necessidades emocionais, ateh porque nao eh justo colocar toda essa pressao nele. Voce tem que ir disposta a encontrar novas pessoas e ter uma vida independente tambem. Eh dificil sim, principalmente no inicio, mas em todo lugar tem alguma coisa para fazer. Eu jah passei por isso 2 vezes, tenho minhas "taticas de sobrevivencia".

Voce a principio precisa de 1 amigo fora de casa. Daih essa pessoa vai te apresentar a outras. Seu marido jah tem a vida dele por lah, tenta fazer amizade com esposa/ namorada de amigos dele. Nao procura brasileiro nao, procura lugares onde podem ter pessoas locais que estariam abertas pra voce, vai fazer trabalho voluntario na Igreja, vai ajudar a distribuir sopao. Alem de estar fazendo caridade, vai se relacionar com outras pessoas num bom ambiente. Quer estudar? Vai a luta, se matricula em qualquer coisa que goste, mesmo que seja aula de salsa. Nao importa que voce saiba dancar, o importante eh socializar. Ficar em casa chorando, com saudade do Brasil, no telefone com a mae, nao vai te levar a lugar nenhum e nem fazer bem a voce ou ao seu casamento.

Pensa que voce casou, estah vivendo com a pessoa que ama em outro pais. Voce nao eh prisioneira dentro da sua propria casa. Os gringos nao vao bater na sua porta oferecendo amizade, isso eh coisa de soh de brasileiro. Eh voce que tem que ir atras deles. Mesmo.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin