Picture SNOWSHOEING IN SANTA FE (NEW MEXICO, USA, March 2010)

Vicky Mundo Afora ou Mundoafora? Nao importa. É vida de imigrante. O mundo eh tao grande. Por que deveria passar minha vida inteira no Rio de Janeiro? Preciso viver e falar outras linguas, viver com e como outras pessoas. Um dia eu volto. Para onde? Ora, para casa. Onde eh casa mesmo?



Picture credits on this blog go to my lovely husband, who has never enough of beautiful and interesting views all over the world. If a picture is not his, it will be linked to its original source.

Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Lara Vilela - Um dos Sucessos do NEPHU

Ligação entre o Nephu e a comunidade da rua Lara Vilela

Há 15 anos, afirma a Prof. Dr. Regina Bienenstein, a associação de moradores da Rua Lara Vilela (no bairro do Ingá, Niterói) procurou o NEPHU, com o pedido de que os auxiliassem na luta pela regularização fundiária, pois o Núcleo já tinha esse trabalho de assistência técnica à comunidade. Primeiro entraram os alunos da disciplina Projetos de Habitação Popular, fazendo os primeiros levantamentos, que tiveram continuidade com as bolsas de extensão e, em 2004, se iniciou uma parceria com a Prefeitura de Niterói, que vigorou até 2007.

Solenidade de entrega dos títulos de posse


Nesse período de parceria com a prefeitura, o Nephu teve condições de fazer todos os projetos de redesenho urbanístico e os projetos de correção de situações de risco geotécnico para então criar os projetos de implantação de cinco moradias. Uma delas foi construída pela prefeitura e parte da solução para evitar o risco de deslizamento foi executado. O projeto de redesenho previa abertura de um trecho de via na parte superior do morro, que foi implantada pela metade.

Após 2007, o Nephu continuou com a parte jurídica e administrativa da regularização fundiária, que é o que culminou com a titulação, agora entre aos moradores, que é uma concessão especial de uso para fins de moradia.


Morador do morro da Rua Lara Vilela
recebe das mãos do reitor o título


Os três moradores, Josuel Gomes da Silva, Carlos Elvan de Figueiredo Silva e Gilson Bonfim Santos do Nascimento, são os que estavam na área da UFF. O morro da Lara Vivela ainda tem 47 famílias vivendo em áreas do INSS e sete em terrenos privados, para os quais o Nephu já entrou com o processo de usucapião e está acompanhando o seu desenrolar.
(nota extraída do site do IACS - UFF)


Eu participei do início desses trabalhos, nos anos 90, coordenando a acao dos estudantes de arquitetura no campo, fazendo o mapeamento da favela e cadastrando os moradores, o que deu base aos estudos preliminares deste projeto. Para quem nao sabe, qualquer acao envolvendo posse de terra, uso e ocupacao do solo, habitacoes de baixa renda, tudo é um trabalho de formiguinha, que demanda muito tempo, acao contra poderosos, ameacas a integridade física daqueles que trabalham no projeto (e tais ameacas nao veem dos moradores da favelas), e muito de educacao e cidadania que é passado e cobrado dos moradores das áreas em questao. Depois do projeto pronto, ainda existem problemas a serem enfrentados muitas vezes pelos orgaos responsáveis pela execucao dos projetos, nao querem fazer exatamente como foi acordado a princípio, etc. É uma batalha constante, até que algum resultado seja alcancado e tudo isso leva anos para ser concluído. O principal é: sem o apoio dos governos, muito pouco pode ser feito.

O Brasil é um país lindo, solucoes para os problemas que enfrentamos existem, mas a mentalidade do poder ainda é medieval. Precisamos sair do feudalismo.

***


Nenhum comentário:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin