Picture SNOWSHOEING IN SANTA FE (NEW MEXICO, USA, March 2010)

Vicky Mundo Afora ou Mundoafora? Nao importa. É vida de imigrante. O mundo eh tao grande. Por que deveria passar minha vida inteira no Rio de Janeiro? Preciso viver e falar outras linguas, viver com e como outras pessoas. Um dia eu volto. Para onde? Ora, para casa. Onde eh casa mesmo?



Picture credits on this blog go to my lovely husband, who has never enough of beautiful and interesting views all over the world. If a picture is not his, it will be linked to its original source.

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Programa de Indio em South California

Passando uns dias com Doguinho e Biscatinha, em South California, enquanto Val está viajando.  E Norma, amiga da Val, sabendo que estou por aqui, me convida para passar o sábado no Orange County Flea Market.  Maior programa de índio, mas adorei!  Lá fui eu, cancelando hora no cabelereiro e feliz da vida por ir num lugar onde ainda nao tinha ido. Como eu sou do tipo que se diverte até quando o carro se perde - porque assim eu vou passar por onde nunca passei antes - fui e sem a menor idéia do que iria encontrar.

Quase dois anos morando nos EUA e nao consigo perder a impressao de que estou dentro de uma Barra da Tijuca gigante. As vezes mais cafona que a carioca, e as vezes um pouco menos.  Estava achando que no mercado (ou melhor, feira de quinquilharias) as pessoas iriam estar arrumadas, maquiadas, etc, afinal estamos a um passo de Los Angeles.  Err, nao. Aqui nao é a Europa, onde as pessoas andam bem arrumadas.  O pessoal aqui anda bem largado, como no Rio.  É claro que tinham algumas figuras estranhas de unha postica descascando o esmalte e salto agulha no meio da bagulhada, mas no geral era todo mundo de moleton e tenis.  E além do mais, tava um calor digno de primavera carioca, nao chegava a 30oC mas ficava na casa dos 20oC fácil.  E aqui é Califórnia, EUA, e janeiro, ou seja, é inverno!!!  Na minha casa no Novo México a temperatura está abaixo de zero toda noite, e nao é tao longe daqui assim, só mais alto.

De toda forma, programa interessante e barato.  Amei passar o dia andando no sol.  Para comer, hamburguer, cachorro-quente e pipoca, típico menu americano.  Uns dois palcos com DJ e música ao vivo espalhados pela feira.  Nao achei tao grande quanto imaginava, mas fiquei sabendo que durante os meses quentes tem mais barracas e mais visitantes.  O estacionamento é de graca e a entrada dois dólares.  Para vender, bagulhos chineses de um dólar, roupas hippies, bijouteria esquisita, móveis novos (aparentemente de boa qualidade), espelhos, quadros e molduras, produtos de beleza, banheira de hidromassagem, piscinas, traillers de viagem e carros!  Tinha mais coisa, mas eu nao vi tudo pois Norma foi lá comprar uma coisa específica e depois saímos.  Se for comparar com os mercados de rua de Londres, tá mais para Bricklane Market, paraíso das quinquilharias e coisas de baixa qualidade, do que para Portobello Market, cheio de antiguidades, artes e comidas frescas.  Mas eu gosto de ficar andando entre as barraquinhas, cheio de famílias andando para todo lado, e pesquisando dá para encontrar coisas interessantes e bem baratas.  Achei um espelho, que paquero online há meses e custa $700, por $80 no Flea Market - o mesmo espelho!  E isso porque passei rápido só olhando, sem parar para investigar os produtos a venda.

Se alguém vier passar férias, ou morar, por esses lados, taí um programa que recomendo. É de índio, mas é divertido.  E a página deles no Facebook é essa aqui.

***

Nenhum comentário:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin