Picture SNOWSHOEING IN SANTA FE (NEW MEXICO, USA, March 2010)

Vicky Mundo Afora ou Mundoafora? Nao importa. É vida de imigrante. O mundo eh tao grande. Por que deveria passar minha vida inteira no Rio de Janeiro? Preciso viver e falar outras linguas, viver com e como outras pessoas. Um dia eu volto. Para onde? Ora, para casa. Onde eh casa mesmo?



Picture credits on this blog go to my lovely husband, who has never enough of beautiful and interesting views all over the world. If a picture is not his, it will be linked to its original source.

Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 27 de novembro de 2010

Chorando com o Rio

Realmente a distancia aumenta o tamanho dos fatos e a gravidade.  E nao é mais novidade para ninguém que o Jornal Nacional está longe de ser uma fonte confiável de notícias, sendo uma versao brasileira em vídeo dos tablóides ingleses.  Mas como nao ficar apavorada com a seguranca da minha família e dos meus amigos quando vejo toda essa guerra acontecendo no Rio de Janeiro e em cidades vizinhas?  Fica difícil distinguir o que está na favela e o que está na cidade.

Ontem bateu o panico e comecei a ligar para todo mundo que eu podia, para saber se estavam todos bem.  Em todas as ligacoes, todas as pessoas com quem falei se apressaram a me acalmar, nao houve nada em Niterói, como a Globo faz crer, e mesmo no Rio a confusao se concentrou na área do Complexo do Alemao, no Engenho Novo, que eu nem sei onde fica.  Só alguns fatos isolados em outros pontos, e também, qualquer coisa fora do normal acontecendo já estao culpando o Terror, fruto da histeria e inseguranca generalizadas.  Tenho família morando nos quatro cantos da cidade do Rio de Janeiro também e até aqueles que moram na Vila Penha, que deve ser o lugar mais próximo dos confrontos, disseram que está tudo calmo onde moram.

Eu fico impressionada é em saber que tem gente irresponsável o suficiente para ficar espalhando o terror on-line.  Será que estao do lado da bandidagem?  Usando twitter para espalhar boato!  É muita irresponsabilidade, pois a bandidagem precisa e se alimenta do medo e do panico que tiram a nossa razao e nos impedem de nos defender.

Quando saí do Brasil já me apavorava diariamente, com medo de alguma coisa acontecer.  Uma vez, tarde da noite, ouvi um barulho e fui olhar pela janela.  Era um homem subindo no telhado da minha casa!  Liguei imediatamente para a polícia e sabem o que ouvi?  Uma peste atendeu e disse para eu ir dormir, que aquilo nao era hora de crianca ficar passando trote, ainda mais para a polícia, que meu pai poderia ser preso por aquilo!!!!!!  Entao crianca nao tem direito a ter medo e procurar socorro?  Chamei meu pai para ele mesmo ligar, e ele ainda espinafrou a atendente pelo telefone.  E enquanto isso, um sujeito continuava no telhado!!!  No final era um pixador idiota mas, e se nao fosse?  A polícia chegou 50 minutos mais tarde, e o homem já tinha ido embora.

Eu sou muito cética com relacao a toda essa acao de guerra em andamento agora.  Gostaria de acreditar que isso trará algum resultado.  Ter a cidade livre da bandidagem e permitir que possamos andar na praia a noite para observar a lua, sem precisar se preocupar com o que está em volta, só relaxando após um dia de trabalho, é um sonho.  Queria mesmo que se tornasse realidade.


***

Um comentário:

Ana Leitora, Ana Reader, Ana Lecteur disse...

A gente q tá fora do Brasil noticias assim nos deixam preocupadas, mas com o tempo aprendi a ñ confiar totalmente em noticias. Realmente a situaçao triste tá na zona das favelas. Fica bem,xxx

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin