Picture SNOWSHOEING IN SANTA FE (NEW MEXICO, USA, March 2010)

Vicky Mundo Afora ou Mundoafora? Nao importa. É vida de imigrante. O mundo eh tao grande. Por que deveria passar minha vida inteira no Rio de Janeiro? Preciso viver e falar outras linguas, viver com e como outras pessoas. Um dia eu volto. Para onde? Ora, para casa. Onde eh casa mesmo?



Picture credits on this blog go to my lovely husband, who has never enough of beautiful and interesting views all over the world. If a picture is not his, it will be linked to its original source.

Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Mercadinho Mexicano

Fazendo compras no mercadinho mexicano ou, Ai, Minha Paciência! Também seria um bom título.

Eu evito fazer compras no mercadinho mexicano. Não dá. A sua recepcao são aquelas músicas típicas, com homens desafinados berrando, tocando nos alto falantes. Se estou com dor de cabeca, nem entro. Existe também o problema com os laticínios, que já chegam estragados em casa, só para nos dar o trabalho de voltar para trocar. Até que eu percebi que os produtos estavam sempre vencidos. Já comprei farinha de rosca, maizena, pó royal, pó para flan, biscoito maria, leite moça, tudo com a validade vencida. Isso diz muito sobre as condições do mercado. E por que continuo voltando? Porque tem coisa que só vende lá, principalmente semelhantes ao que temos no Brasil: massa de pastel, goiabada, aipim, feijao preto.

Como se isso tudo não fosse o bastante, muitos funcionários nem falam inglês, embora isso não me incomode tanto. De toda forma, já vou preparada para pedir certas coisas através de gestos. Sem o menor constrangimento eu faco "muuu" e dou umas palmadas nas coxas, ao pedir um pedaço de músculo no açougue. Economiza meu tempo, recebo a carne que preciso, e economiza explicações trilíngues sem sentido. Esse é o tipo de situação que nos aguarda no mercadinho.

Cada ida ao mexicano é super rápida, já entro sabendo o que quero. Gerald e eu nos dividimos, vamos cada um para um lado diferente, reunimos o que precisamos e nos encontramos no caixa para sair o mais rápido possível.

Hoje fomos novamente, e eu pedi para o meu marido comprar 1/4 de frango assado enquanto eu recolhia o resto das compras, já que o atendimento do restaurante demora, e muito. Esse frango custa $4,99 e vem com arroz, feijao, salada, pimenta e tortilla, e eh suficiente para 2. Tem um cartaz imenso, em cima do caixa do restaurante, listando os precos do frango assado de acordo com o tamanho que voce quiser: inteiro, 1/2, 1/4. Ja compramos esse 1/4 de frango inúmeras vezes, e é o único na cidade que tem o mesmo gosto dos que compramos no Brasil, por isso que eu insisto.

Quando Gerald pediu "o frango de $4.99" ao mesmo tempo que apontava para o cartaz, o senhor do atendimento comecou a colocar um monte de coisa num pacote e cobrou $10.99. Gerald então retrucou "não pedi isso tudo, só quero esse frango de $4.99" e leu em voz alta o que estava escrito no cartaz em espanhol.

A atendente de outro balcão veio acudir o velho e perguntou o que Gerald queria. Nessa altura, eu já havia terminado minha parte e estava de volta pra encontrá-lo. Presenciei um dialogo surreal:
_  O que o senhor quer?
_  Quero o frango de $4.99.
_  Não tem nenhum frango de $4.99.
_  Mas tá no cartaz (apontando para o cartaz).
_  Tá errado. O preco é $6.99 para meio frango.
_  Mas eu não quero meio frango, quero 1/4, com os acompanhamentos.
_  Nos não temos isso. O frango custa $6.99.
_  (Gerald, já sem paciência puxa o cartaz e mostra pra garota) Então, fala pro seu gerente tirar isso daqui, se voces não servem mais o frango dessa forma.
_  (Com cara de quem se acha muito inteligente, falando com um imbecil) Isso não é frango, isso é um prato.
_   Entao, é esse prato o que eu quero. Pode ser?



Foram quase 20 minutos para conseguir comprar o frango... Desculpe, o prato.

***

2 comentários:

Ana T. Frost disse...

:-) :-) :-) gente, parece piada, post engracado Vicky! Eu adoro comida mexicana, outro dia mesmo fiz minha primeira fajitas com frango, mas ao inves de guacamole, coloquei abacate cortado em cubos no recheio. Fica bem xxx

Vicky disse...

Ana, preciso do seu email para enviar a resposta do seu post. :) Aquele formulario por onde voce me enviou a mensagem nao me deixa ver de onde veio. Bjs.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin